quinta-feira, 5 de julho de 2007

Abraço de prata



Desejo que todos possamos ser abençoados pela divindade que acreditarmos e termos uma boa vida:

sem violência, sem desunião, sem intriga, sem teorias da conspiração, sem estratagemas, sem promessas, sem angústias, sem necessidades, sem desemprego, sem filas nos hospitais, sem crianças morrendo, sem idosos maltratados ou esquecidos, sem mulheres sendo surradas, sem problemas na educação, sem problemas, enfim....

porque recebi cem abraços fortes e sem fim de ti ontem e, por um instante apenas, me pareceu que o mundo poderia ser um bom lugar para vivermos. As asas, digo, os teus braços me envolveram como se me dissessem que ainda devo manter a esperança e acreditar na humanidade - só porque me abraçaste.

Oxalá cada homem, mulher e criança pudesse ser abraçado por alguém como fui abraçada por ti, ontem. O mundo? seria um sorriso só.

(Tetê Macambira)


Post-scriptum: para Ana Beatriz, uma linda menininha de quatro anos que sempre quando me abraça forte, me dá vontade de chorar de alegria. ;D

Nenhum comentário: